Kenzi Marinho / créditos: press

A regra é clara: se a festa não tem cobertura do Kenzi Marinho, ela não é tão bacana assim. Com um estilo descolado, que prioriza imagens espontâneas, divertidas e muitas vezes irreverentes (tal como um brinde entre amigos ou um sorriso despretensioso em um momento único), o fotógrafo virou uma espécie de termômetro dos eventos para verificar quais são os mais badalados da noite. Tudo começou há cerca de oito anos, quando Kenzi Marinho, hoje com 30. “Saía para as festas com uma camera no modo manual numa mão e o flash na outra.” Nessa onda de fotografar tudo e todos de maneira espontânea, não demorou para Kenzi ser convidado para registrar outros eventos e grandes casas noturnas paulista. O volume de trabalho não parava de aumentar, e ele percebeu que essa poderia ser uma boa oportunidade de ganhar dinheiro.

Se a profissão começou de forma despretensiosa, agora o Kenzi Marinho tem uma posição sólida, com orçamentos na casa dos cinco dígitos. A presença dele é até destacada no material de divulgação das festas, ao lado do nome de cantores, DJs e outras atrações. “Ele criou um estilo de fotografia que transmite mais a emoção do evento”, diz Fábio Souza, cliente do fotógrafo desde o início da carreira. “Outra vantagem é que ele não é só fotógrafo, ele trabalha a imagem tanto do evento, quanto a dele nas redes sociais e isso agrega muito para nós, clientes”, completa. Kenzi Marinho acredita que essa é justamente uma das chaves para o sucesso. “Desde o início, eu só assumo trabalhos que têm a ver com o estilo de fotografia que eu desenvolvo. Apuro técnico muitos têm, mas, se você está fotografando um cara ou evento de quem é fã ou ouvindo uma música de que gosta, vai se empolgar e se dedicar mais”, explica.

Obedecendo ao mantra “só fotografo o que gosto”, o Kenzi Marinho deu um grande salto, das baladas para os grandes festivais, como o Tomorrowland Brasil e Ultra Music Festival, ambos com duas edições no país. Sucesso de cliques e compartilhamentos nas redes, Kenzi continua ano a ano ganhando cada vez mais destaque. “Ele é muito ágil, ama o que faz, não se cansa, não se distrai”, elogia Mariana Ribeiro, coordenadora de marketing do UMF Brasil. Apesar de o seus flashes estarem apontados para a cena noturna na maior parte do tempo, o currículo do Kenzi Marinho já foi além das festas e dos festivais. Agora, ele se aventura por desfiles e campanhas de moda e publicidade. “Hoje, eu tenho diversos braços”, resume Kenzi. Só não espere dele algo convencional. Caretice não tem nada a ver com o olhar desse fotógrafo.

Kenzi Marinho fotógrafo / Instagram

Deixe seu comentário